Brasil
AEC - Somos uma associação de empreendedores empretecos

Cadastro AEC

 

Artigos


Pagar dívidas é o melhor uso para o 13º salário, dizem especialistas

 


Habitualmente, os consultores financeiros recomendam que os trabalhadores guardem parte do décimo-terceiro salário para pagar as despesas que surgem no início do ano seguinte, como as com material escolar e IPVA dos veículos.

Mas, em 2015, o cenário não é habitual. O aumento do desemprego tem puxado para cima o endividamento das famílias, como atestou pesquisa recente da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), segundo a qual três de cada quatro trabalhadores pretendem usar a remuneração extra para pagar dívidas.

Como o mais provável é que sobre pouco (ou nenhum) dinheiro para seguir as dicas recorrentes dos oráculos financeiros, qual a melhor opção? "Pague as dívidas, e primeiro as que têm juros mais altos", diz Mauro Calil, especialista em investimentos do Banco Ourinvest. "Nessas situações, não adianta: temos que ser conservadores."

Em um cenário hipotético em que o trabalhador ganha R$ 2.000 reais e tem dívidas de R$ 1.500 no cheque especial e R$1.500 no cartão de crédito, o aconselhável, diz Calil, é liquidar a dívida que tiver os juros mais altos. "Assim, o ideal é ele quitar a do rotativo do cartão e, com o restante, amortizar os R$ 500 do cheque especial", sugere o especialista.

 
 

O próximo passo é verificar quais contas chegam nos três primeiros meses do ano, como por exemplo o IPVA, o IPTU, o material escolar e a matrícula da escola e da faculdade. Uma conta básica para saber quanto poupar para essas despesas de início de ano - isso, claro, se houver de onde tirar para poupar: basta acrescentar 15% em relação ao que se gastou com essas mesmas contas no ano anterior, afirma Calil.

Confira na íntegra AQUI.

 

 

Voltar Home

 

 

Agenda de Eventos

Palavra do Presidente

João Carlos Semedo Mendes
Ações e objetivos

Diversas parcerias comerciais estão sendo firmadas. A ampliação de nossa interação com associações de empretecos em todo o país será uma constante.

 

Copyrights AEC - Todos os direitos reservados